Desertificação

  à O que é Desertificação?

         De acordo com a agenda 21, a desertificação foi definida como degradação em terras áridas que implica na perda da produtividade biológica ou econômica em terras agrícolas, de pastagens e matas nativas.                

         à Causas da Desertificação

         As principais causas da degradação das zonas áridas são o sobreuso ou uso inapropriado dos recursos da terra, agravados pelas secas.

         Dentre os usos mais nocivos ao meio ambiente podemos citar:

         a) Uso intensivo dos solos tanto na agricultura moderna quanto na tradicional;

         b) Cultivo em terras inapropriadas tais como pendentes, ecossistemas e matas remanescentes, etc.;

         c) Pecuária extensiva;

         d) Desmatamento em áreas com vegetação nativa áreas de preservação, margens de rios, etc.;

         e) Práticas inapropriadas de irrigação, particularmente sem o uso de drenagem;

         f) Mineração;

         Finalmente devemos enfatizar que todos esses elementos estão aumentando num contexto onde:

         a) As populações das regiões semi-áridas estão entre as mais pobres do mundo;

         b) As tecnologias utilizadas não se adequam, em muitos casos, ás restrições de recursos naturais característicos dessas áreas;

         c) A inserção das regiões secas aos mercados nacionais e internacionais vem estimulando a superexploração dos recursos dentro de sistemas produtivos tradicionais e com baixo nível tecnológico.   

         à Conseqüências da Desertificação

         As conseqüências da desertificação podem ser divididas em quatro grandes grupos, como mencionados a seguir:

         Sociais:

         a) Abandono das terras por parte da população mais pobre (migrações);

         b) Diminuição da qualidade de vida;

         c) Desestruturação das famílias como unidades produtivas. 

         Econômicas e institucionais:

         a) Queda na produção e produtividade agrícola;

       b) Diminuição da renda e do consumo da população;

       c) Desorganização dos mercados nacionais e regionais;

       d) Instabilidade política. 

       Urbanas:

       a) Crescimento da pobreza urbana devido às migrações;

        b) Aumento da poluição e problemas ambientais urbanos. 

       Recursos naturais e clima:

       a) Perda de biodiversidade (flora e fauna);

       b) Perdas de solo por erosão;

       c) Diminuição da disponibilidade efetiva dos recursos hídricos devido ao assoreamento de rios e reservatórios;

       d) Aumento das secas edáficas por incapacidade de retenção de água dos solos;

       e) Aumento da pressão antrópica em ouros ecossistemas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: